Compromisso para renovar a vida

Para as pessoas

Impulsionar a Educação

Nosso progresso
contexto

Para construir o futuro que desejamos, entendemos que será necessário investir em uma educação de qualidade, um dos desafios mais importantes do Brasil. Análises sobre o contexto educacional evidenciaram nas últimas décadas a dificuldade em relação ao acesso à escola pública, à permanência dos estudantes ao longo da trajetória escolar e à aprendizagem durante a educação básica. Através do Programa Suzano de Educação, investimos na melhoria da qualidade do ensino público por meio do desenvolvimento profissional dos educadores e do engajamento e participação¹ das famílias e comunidades, com foco na aprendizagem dos alunos.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino, sendo composto por dois fatores: a média das proficiências de língua portuguesa e matemática e um indicador de tempo médio de conclusão de cada etapa de ensino, relativamente ao tempo ideal. Por isso, o IDEB é uma referência para medir a qualidade da educação básica no Brasil e escolhemos esse indicador para mensurar a nossa meta.

informações sobre o KPI da meta
escopo

Aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) nos municípios identificados como prioritários² por meio do Programa Suzano de Educação. Os municípios prioritários a serem considerados são aqueles participantes do Programa Suzano de Educação que apresentaram em 2019 (última avaliação disponível) um Índice abaixo da meta nacional (IDEB abaixo de 6,0).

baseline
4,7 (Ano 2019)
ambição

Aumentar em 40% o IDEB em todos os municípios considerados prioritários - de 4,7 a 6,6 até 2030³ ⁴

resultados em 2021

Implementamos o Programa Suzano de Educação (PSE) em 27 dos 31 municípios mapeados como prioritários no escopo do compromisso. Realizamos a definição de baseline da meta com as notas do IDEB de 2019 e aplicamos a 1ª avaliação anual do programa para mensurar o sucesso da implementação das ações previstas.  

Além dos municípios prioritários para a meta, aplicamos o PSE em outros municípios que atuamos, finalizando o ano com 36 municípios atendidos⁵ ⁶, que geraram um impacto positivo direto⁷ para 3.766 profissionais de educação e 312.339 alunos e profissionais de educação indiretamente⁸ beneficiados.

O IDEB é avaliado bienalmente. No final de 2021 foi aplicada a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Dessa forma, estamos aguardando a divulgação do resultado para mensurar o indicador.

Acompanhamento do kpi
Acompanhamento do KPI:20202021
% percent

Percentual de avanço nas notas do IDEB

0,00%

Em análise⁹

O que faremos em 2022

Em 2022, continuaremos com a implantação da metodologia do Programa Suzano de Educação nos municípios considerados prioritários, trabalhando as estratégias para melhoria das aprendizagens dos estudantes e fortalecendo os arranjos de desenvolvimento da educação e a conclusão da formação para professores.

  1. O Programa Suzano de Educação considera a participação da sociedade civil como essencial no processo de desenvolvimento da educação.
  2. A priorização de municípios levou em consideração critérios de fragilidade social utilizados pela Suzano, assim como a meta estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC) de notas a partir de 6,0 no IDEB.
  3. O governo brasileiro publica o resultado do IDEB a cada dois anos. Sendo assim, visto que os últimos números disponíveis são de 2019, utilizaremos os mesmos como linha de base para meta. A próxima medição foi realizada em 2021 e a divulgação dos resultados será realizada pelo Ministério da Educação em 2022.
  4. O relato de resultados considerando o principal indicador da meta (percentual das notas do IDEB) será feito, em média, a cada dois anos, seguindo o período de desenvolvimento e divulgação do Índice pelo governo brasileiro. Para mitigar os efeitos dessa dinâmica no monitoramento do desempenho da meta, estabelecemos 12 indicadores adicionais que serão acompanhados de forma sistêmica.
  5. Ao longo de 2021 foi realizada a priorização dos municípios e, do universo de 36, foram classificados 27 como de alta prioridade para o investimento.
  6. Municípios atendidos de alta prioridade: MA: Açailândia, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Cidelândia, Imperatriz, Itinga do Maranhão, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca, Vila Nova dos Martírios, Estreito / PA: Dom Eliseu / TO: Angico / BA: Alcobaça, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Caravelas, Teixeira de Freitas / ES: Conceição da Barra, Montanha, São Mateus, Pinheiros, Fundão / MS: Ribas do Rio Pardo, Santa Rita do Pardo, Selvíria, Brasilândia.
  7. Beneficiários diretos: indivíduos que participam das atividades desenvolvidas no Programa e recebem apoio direto da assistência técnica e estrutura formativa.
  8. Beneficiários indiretos: indivíduos influenciados pela ação dos beneficiários diretos na homologia dos processos.
  9. O IDEB é avaliado bienalmente. No final de 2021 foi aplicada a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Dessa forma, estamos aguardando a divulgação do resultado para mensurar o indicador.
Este conteúdo foi útil?

Compartilhe este conteúdo: