Áreas próprias, arrendadas ou administradas dentro ou adjacente a áreas protegidas e áreas de alto índice de biodiversidade fora de áreas protegidas

Código GRI

304-1

Stakeholder

Planeta

Área total administrada dentro ou adjacente a áreas protegidas e áreas de alto índice de biodiversidade fora de áreas protegidas¹ ⁴

202020212022
Área total administradaÁrea total administradaÁrea total administrada
ha ha ha

Dentro²

105.465,24

105.770,51

106.228,09

Adjacente³

202.344,44

205.639,00

208.124,14

  1. A fonte de dados para o indicador é Unidades Conservação MMA, janeiro 2023. Área total administrada = Área própria e Área arrendada dentro ou adjacente às Unidades de Conservação. As unidades de conservação (UC) são áreas territoriais, incluindo seus recursos ambientais, com características naturais relevantes, criadas e protegidas pelo Poder Público com objetivos de conservação.
    Existem cinco tipos de unidades de conservação de Proteção integral: Estações Ecológicas (Esec), Reservas Biológicas (Rebio), Parques (nacionais, estaduais e municipais), Monumentos Naturais (Monat) e Refúgios de Vida Silvestre (RVS). O grupo de Unidades de Conservação de Uso Sustentável é composto pelas seguintes categorias de Unidades de Conservação: Área de Proteção Ambiental (APA);Reserva de Desenvolvimento Sustentável; Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN); Área de Relevante Interesse Ecológico; Floresta Estadual; Reserva de Fauna. 
  2. Nos indicadores "dentro" refere-se à quantidade de área dentro das categorias de Unidades de Conservação supracitadas, sejam as de Proteção Integral ou Uso Sustentável. Zona de Amortecimento (ZA), também chamada de “Zona Tampão” se refere às áreas localizadas no entorno de uma unidade de conservação (UC), onde as atividades humanas estão sujeitas a normas e restrições específicas, com o propósito de minimizar os impactos negativos sobre a Unidade. 
  3. Nos indicadores "adjacente" refere-se à quantidade de área dentro das Zonas de Amortecimentos estabelecidas para cada Unidade de Conservação. Vale ressaltar que as APAs e RPPNs são as únicas categorias de Unidade Conservação que não geram Zona de Amortecimento. Quando uma unidade possui Plano de Manejo a Zona de Amortecimento utilizada é a espacializada no Plano de Manejo. Quando não existe, adota-se como padrão 3Km de raio para a ZA.
  4. Área total administrada é igual a soma de áreas próprias e áreas arrendadas.

Localização e tamanho da área própria, arrendada ou administrada dentro de áreas protegidas, ou adjacente a elas, e áreas de alto índice de biodiversidade fora de áreas protegidas

20212022
Tipo de área (própia, arrendada e/ou administrada)Posição em relação à área de conservação ou AAVC (dentro, adjacente e/ou abrangendo parte)Tipo de operação¹ (escritório, fabricação/produção ou operação extrativa)Atributo da área (ecossistema terrestre, de água doce ou marinho- bioma)Tipo de área (própia, arrendada e/ou administrada)Posição em relação à área de conservação ou AAVC (dentro, adjacente e/ou abrangendo parte)Tipo de operação¹ (escritório, fabricação/produção ou operação extrativa)Atributo da área (ecossistema terrestre, de água doce ou marinho- bioma)

Bahia (florestal)

Própria, Arrendamento, Parcerias

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

Própria, Arrendamento

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

Bahia (industrial)

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Mata Atlântica

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Mata Atlântica

Espírito Santo (florestal)

Própria, Arrendamento, Parcerias

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

Própria, Arrendamento

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

Espírito Santo (industrial)

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Mata Atlântica

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Mata Atlântica

Minas Gerais (florestal)

Própria

Dentro

Operação florestal

Mata Atlântica

Própria

Dentro

Operação florestal

Mata Atlântica

São Paulo (florestal)

Própria, Arrendamento, Parcerias

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica e Cerrado

Própria, Arrendamento, Parcerias

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

São Paulo (industrial)

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Mata Atlântica

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Mata Atlântica

Mato Grosso do Sul (florestal)

Arrendamento

Adjacente

Operação florestal

Cerrado

Arrendamento

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Cerrado

Mato Grosso do Sul (industrial)

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Cerrado

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Cerrado

Maranhão (florestal)

Própria

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Amazônia e Cerrado

Própria

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Amazônia e Cerrado

Maranhão (industrial)

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Cerrado

Própria

Fora

Escritório / operação fabril / operação florestal

Cerrado

Amazonas (florestal)

Própria

Dentro

Operação florestal

Amazônia

Própria

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Amazônia

Rio de Janeiro (florestal)

Parcerias

Dentro e Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

Própria

Adjacente

Operação florestal

Mata Atlântica

Áreas adjacentes às Unidades de Conservação (UCs) por unidade de manejo florestal

202020212022¹
ha ha ha

Bahia

106.836,25

107.668,98

108.637,71

Espírito Santo

72.446,22

69.689,43

70.408,18

Minas Gerais

0,00

0,00

0,00

São Paulo

14.094,40

18.511,86

19.624,56

Mato Grosso do Sul

1.716,82

1.707,28

1.707,28

Maranhão

2.250,44

2.429,38

2.429,38

Rio de Janeiro

0,00

633,09

317,66

Amazonas¹

4.999,37

4.999,37

4.999,37

Total consolidado

202.344,00

205.639,00

208.124,14

  1. Amazonas não havia sido reportado como adjacente nos demais anos: FLONA DO IQUIRI , zona de amortecimento considerada 3Km em relação ao perímetro da Unidade de Conservação;  Redução do RJ em função da desativação dos outros usos da matrícula JRESE514; Valor de área maior em São Paulo em função da revisão da zona de amortecimento REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE DA MATA DA REPRESA e MONUMENTO NATURAL ESTADUAL MANTIQUEIRA PAULISTA; Valor de área maior na Bahia em função da expansão de base: novos imóveis B-PR-15460-Gallette , B-PR-19233-Santo Antonio E Outras e B-PR-101671-Santo Antonio; Valor de área maior no Espírito Santo em função da expansão de base: novo imóvel E-CB-16210-Santa Luzia.

Áreas dentro de Unidades de Conservação (UCs) por unidade de manejo florestal

202020212022¹
ha ha ha

Bahia

2.106,00

2.371,19

2.409,02

Espírito Santo

4.903,22

4.925,41

4.922,94

Minas Gerais

1.709,48

1.682,29

1.705,86

São Paulo

70.383,86

70.446,55

70.223,69

Mato Grosso do Sul

0,00

0,00

680,87

Maranhão

21.362,58

21.286,35

21.286,35

Amazonas

4.999,37

4.999,37

4.999,37

Rio de Janeiro

0,00

59,35

0,00

Total consolidado

105.464,51

105.770,51

106.228,09

  1. Inserção da Unidade de Conservação APA SUB-BACIA DO RIO PARDO; no RJ outros usos da matricula JRESE514 desativada, não há mais sobreposição com UC; para Bahia, revisão do limite dos imóveis aumentaram sobreposição com UC.